A Mulher no Mercado de Trabalho e o perfil das Metalúrgicas de Itu e Região

1. A mulher no mercado de trabalho de Itu e Região (Boituva, Cabreúva e Porto Feliz)

De acordo com os dados do Ministério do Trabalho e Emprego, RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) e CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e considerando os grandes setores (Comércio, Serviços, Indústria, Construção Civil e Agropecuária), o número total de mulheres aumentou no mercado de trabalho de Itu e Região (Cabreúva, Boituva e Porto Feliz) em 4,5% de 2011 para 2012. Observa-se que há uma trajetória crescente nos últimos anos:

Atualmente elas representam 42% de um universo de 103.001 trabalhadores formais de Itu e Região (Boituva, Cabreúva e Porto Feliz). Estão localizadas em sua maioria no setor de Serviços com 47% do total das mulheres, seguido pelo setor Industrial com 29%, como mostra a Tabela 1:

  1. 2.     As mulheres metalúrgicas de Itu e Região (Boituva, Cabreúva e Porto Feliz)

2. Do total de 12.418 mulheres que trabalham na Indústria, 34% delas são metalúrgicas. Pelos últimos dados de janeiro de 2013 do total de 17.260 trabalhadores metalúrgicos de Itu e Região, 4.264 são mulheres. A participação delas no mercado de trabalho também está crescendo. O que pode ser observado no Gráfico 2, de 2006 até 2012:

A maioria das mulheres metalúrgicas está localizada no setor eletroeletrônico, ou seja, 39% delas trabalham com fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos, como mostra a Tabela 2 seguinte:

Em relação à idade, 46% das mulheres metalúrgicas são jovens e tem no máximo 29 anos de idade, 34% estão na faixa dos 30 aos 39 anos de idade e 20% tem idade superior a 40 anos de idade.

No geral, as mulheres possuem escolaridade superior aos homens em todos os graus de ensino, veja o Gráfico 3:

Do total das mulheres metalúrgicas, 58% delas não tem 3 anos completos de empresa, como mostra a seguinte Tabela 3:

Comparando a remuneração média das mulheres metalúrgicas que trabalham na produção com a remuneração média dos homens de mesmas características tem-se:

  • Remuneração Média dos Homens: R$ 2.067,48
  • Remuneração Média das Mulheres: R$ 1.449,48

Ou seja, o metalúrgico ganha 43% a mais que a metalúrgica em Itu e Região (Cabreúva, Boituva e Porto Feliz).

Sendo assim, apesar da evolução do número de mulheres no mercado de trabalho no ramo metalúrgico de Itu e Região (Cabreúva, Boituva e Porto Feliz), do nível de escolaridade delas ser superior ao dos homens, ainda é notável a diferença salarial, concentrando-se nas faixas de salários menores comparadas com os homens.

Tadeu Italiani

Jornalista e Assessor de Imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos de Itu e Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *