Agora é a vez da Licença-Maternidade de 180 dias

Confira na coluna Você Sabia do Portal FEM a importância desta conquista na CCT

voce_sabiaVocê Sabia que as trabalhadoras metalúrgicas na base da FEM-CUT/SP conquistaram há seis anos em alguns setores  a Licença-Maternidade de 180 dias na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da FEM?

Nesta Campanha Salarial, a FEM incluiu o tema nas pautas de reivindicações e lutará para avançar ainda mais em todos os grupos, inclusive para as mães adotantes.

A CCT foi um meio utilizado pelos trabalhadores para fazer com que os patrões aderissem à Lei 11.770, conhecida como “Empresa Cidadã”, sancionada em 9 de setembro de 2008, pelo então presidente Lula, que prorrogou por mais 60 dias a Licença-Maternidade, importante conquista para as mães trabalhadoras.

Vantagens

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o aleitamento materno  mantido até aos seis meses de idade, contribui para a formação do sistema imunológico da criança e tem um efeito protetor a longo prazo contra a obesidade, algumas formas de alergia, linfoma, diabetes, doenças cardiovasculares e do aparelho digestivo.

Como notamos, essa cláusula tem um valor humano extraordinário. O bebê amamentado pelo período de seis meses de vida será no futuro uma criança saudável e na vida adulta uma pessoa dócil e inteligente.

(Viviane Barbosa, com a colaboração do assessor jurídico da FEM-CUT/SP, Raimundo Oliveira)

 

Tadeu Italiani

Jornalista e Assessor de Imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos de Itu e Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *